Tutorial jQuery – Método $.live();

Hoje vou falar sobre um método do jQuery muito útil, muito mesmo. Mais informações em inglês pode ser encontrada na documentação oficial do método .live().

O Problema

É muito comum quando estamos desenvolvendo aplicações para Internet e precisamos criar ferramentas tão dinâmicas que acabamos por utilizarmos quase todo o potencial que o JavaScript dispõe a oferecer. Nas ferramentas que desenvolvo é muito comum a interface da ferramenta ser controlada e alterada quase que o tempo todo através da manipulacão do DOM e muitas vezes precisamos atachar comportamentos em um determinado elemento da página.

Por exemplo: Temos um sistema de comentários onde todos os comentários são carregados e as respostas destes comentários aparecem como arvore.

  • Comentário 1
  • Comentário 2
    • Resposta do comentário 2
      • Resposta da resposta do comentário 2
  • Comentário 3

E assim vai…

Eu posso responder em tempo real um comentário e ele ja vai aparecer para mim. Tudo via jQuery. Quando fazemos uma varredura no DOM do documento usando os seletores do jQuery, procuramos por todos os botões que tenha a classe “responder” que originalmente ficam sem ação e depois, via jQuery damos ação ao elemento.

$('.responder').bind('click', function() {
  // instruções
});

Neste ponto, temos um problema. O indice de elementos do jQuery é estático, ele não atualiza automaticamente. Se um novo botão responder surgir na tela o jQuery não surtirá efeito sobre ele, pois ele apareceu DEPOIS da primeira varredura no DOM quando eu usei o seletor $(‘.responder’).

Solução

Para corrigir este problema, podemos utilizar o .live() do jQuery. Independente de quando e a quantidade de botões que surgirem na tela o jQuery irá acrescenta-lo em seu índice e você poderá manipula-lo da forma como quiser.

$('.responder').live('click', function() {
  // instruções
});

Caso queira adicionar ao DOM o mesmo comportamento em mais de um evento, basta fazer o seguinte:

$('.responder').live('mouseover mouseout', function(event) {
  if (event.type == 'mouseover') {
    // faça isso
  } else {
    // faça aquilo
  }
});

Ou crie 2 lives separadamente para cada evento.

$('.responder').live('mouseover', function() {
  // instruções
});
$('.responder').live('mouseout', function() {
  // instruções
});

A princípio o conceito pode ser um pouco confuso. Fica difícil de entender isso quando nunca se passou pelo problema. O dia que algo não funcionar como o esperado pelo jQuery nem simplesmente ter sido chamado, lembre-se do $.live();

Igor
[]’s

Posts Relacionados: